Home

»

»

Barueri pode ter curso de energia renovável

Barueri pode ter curso de energia renovável

O Brasil superou a marca de 2 milhões de sistemas solares fotovoltaicos instalados, segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). Um mercado em crescimento para os técnicos em Sistemas de Energia Renovável formados pelas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) do Centro Paula Souza.

Na Grande São Paulo, uma das unidades que poderão oferecer o curso é a ETEC Barueri, após pedido feito pelo secretário municipal de Tecnologia e Inovação, Jonatas Randal. “Aqui na cidade temos investido muito em tecnologia para os jovens da cidade por meio de investimentos diretos da Prefeitura, mas além disso temos uma Fatec e uma ETEC, o que nos deixa ainda mais empolgados com novos cursos como este para formarmos profissionais em sistemas de energia renovável˜, disse o secretário.

O técnico em sistemas de energia renovável realiza projeto, instalação, operação, montagem e manutenção de sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, de fontes renováveis de energia, como eólica, solar e hidráulica. 

O curso oferecido pelo CPS tem duração de três módulos oferecidos na modalidade semipresencial e, a partir de 2024, presencial. As novas turmas abertas para o primeiro semestre do ano que vem serão na capital paulista, nas Etecs Prof. Aprígio Gonzaga, localizada na Vila Carlos de Campos (Penha) e na Etec Prof. Horácio Augusto da Silveira, na Vila Guilherme.

“Esperamos uma procura grande no Vestibulinho, por conta da demanda do mercado e por nossas pesquisas internas. Só na comunidade escolar e seu entorno, tivemos 200 respostas de interessados em cursar o técnico em Sistema de Energias Renováveis. Alguns são alunos de ensino médio, outros de cursos correlatos – como eletrotécnica. E são jovens, recém-saídos do ensino médio, até pessoas de mais de 50 anos, vindas de outras profissões”, conta o professor de eletricidade aplicada da Etec Prof. Horácio Augusto da Silveira, Emerson Santana.

Na Etec Getúlio Vargas, que fica na capital paulista, bairro do Ipiranga, o curso segue em modalidade semipresencial, com aulas práticas aos sábados pela manhã. Mesmo modelo disponível na Etec Bento Quirino, no bairro de Cambuí, em Campinas. E a proximidade do curso com o mercado é evidente: a maioria dos estudantes já estão empregados na área ou buscam melhor qualificação para atender à demanda crescente.

“Um exemplo bem recente foi de um casal que fez o curso e hoje tem sua própria empresa de instalação, uma integradora, como dizemos no mercado. Esse curso foi implantado em 2021 em meio à pandemia, por isso optamos pelo modelo online, mas desde o primeiro momento teve ótima procura. Passamos para o semipresencial e esperamos ter o presencial na GV no segundo semestre de 2024”, explica o professor de energias renováveis e eficiência energética da Etec Getúlio Vargas, Carlos Orsetti.

Fonte: Gazeta da Semana

Randal Barueri 2023 © Todos os direitos reservados